Reforço policial, um caminho alternativo e Vieira também visado no regresso do Benfica

Reforço policial, um caminho alternativo e Vieira também visado no regresso do Benfica

Adeptos descontentes após mais uma derrota.

Escassos minutos depois da meia-noite, a comitiva do Benfica regressou ao Seixal, depois da derrota (2-0) na Madeira, frente ao Marítimo, que dita a saída de Bruno Lage do comando técnico. Cerca de duas dezenas de adeptos demonstraram o descontentamento perante a situação atual do clube, exibindo tarjas onde pediam a saída de Vieira e do técnico. "Rua", lia-se.

Houve reforço policial nas imediações do Seixal e o percurso do aeroporto foi feito por uma via alternativa: pela Ponte Vasco da Gama e não 25 de Abril.

Pouco depois os jogadores saíram nas respetivas viaturas, mais uma oportunidade para os adeptos presentes manifestarem a desilusão e descontentamento.