Público: Benfica pagou 400 mil euros à empresa de Bruno Macedo por Talisca

Público: Benfica pagou 400 mil euros à empresa de Bruno Macedo por Talisca

Avançado brasileiro foi contratado pelos encarnados em 2014, proveniente do Bahia.

O jornal Público noticia, esta segunda-feira, que a SAD do Benfica pagou 400 mil euros pela transferência de Talisca para a Luz, em julho de 2014, a uma das empresas da família do empresário Bruno Macedo, um dos quatro arguidos na sequência da "Operação Cartão Vermelho" e que é acusado de ser o testa de ferro de Luís Filipe Vieira por parte do Ministério Público.

Talisca saiu do Bahia a troco de 4,75 milhões de euros e, de acordo com a notícia do Público, "terão sido pagos 750 mil euros em comissões". O avançado era representado pelo brasileiro Carlos Leite mas, segundo o mesmo jornal, "foi a empresa Arb-Sport - Gestão e investimento Ltda, de Bruno e Vespertino Macedo (pai do empresário) quem recebeu mais de metade do valor total das comissões". Uma "transferência que só viria a ser feita já no início de 2015", acrescenta a notícia, referenciando também que "esta comissão não vem discriminada nos relatórios e contas da SAD encarnada".

O Público adianta igualmente que no exercício de 2014-15, "é referida a aquisição da totalidade dos direitos desportivos e económicos do jogador pelo valor atrás referido", que englobava "a aquisição dos referidos direitos e os encargos com serviços de intermediação, sem que os mesmos tivessem sido destrinçados".