PSG avança por Nélson Semedo e terá de abrir cordões à bolsa

PSG avança por Nélson Semedo e terá de abrir cordões à bolsa
Marco Gonçalves

Tópicos

O agora vice-campeão francês já encetou contactos pelo lateral, por quem Vieira pretende 40 milhões de euros.

O encontro com o V. Guimarães, que selou a conquista do tetracampeonato por parte do Benfica, deverá ficar marcado por ter sido a despedida de Nélson Semedo do Estádio da Luz. Muito pretendido por diversos dos principais clubes europeus, o lateral-direito está agora na lista de reforços do PSG para 2017/18. E segundo revelou, ontem, a comunicação social francesa, o recente vice-campeão francês - viu uma série de quatro títulos seguidos interrompida este ano pelo Mónaco - já encetou mesmo contactos pelo internacional português.

Apostado em regressar aos títulos na próxima temporada, o Paris Saint-Germain prepara-se para investir muitos milhões, fazendo até uma remodelação no plantel. E Nélson Semedo faz parte da lista de atletas a contratar, até porque (e ainda que tenha o cargo em risco) Unai Emery, técnico do clube parisiense, é um grande admirador do camisola 50, apontando ao defesa de 23 anos também face à possibilidade de ver sair o lateral-direito Serge Aurier, também ele muito cobiçado.

Para adquirir o passe de Nélson Semedo, o PSG terá, no entanto, de colocar em cima da mesa pelo menos 40 milhões de euros, valor pretendido por Luís Filipe Vieira para aceder à saída do lateral, desejo que já transmitiu precisamente a Manchester City e Barcelona, clubes que o veem como alternativa a Bellerín, do Arsenal, e com os quais se reuniu, tal como O JOGO revelou, na semana passada, antes do Juventus-Mónaco, da segunda mão das meias-finais da Liga dos Campeões.

Em perspetiva de marcar presença nas escolhas de Fernando Santos para a Taça das Confederações, o camisola 50 é também desejado por Bayern Munique, Manchester United e Inter.