Presidente do Santos sobre Kaio Jorge: "Ele ia sair de graça"

Presidente do Santos sobre Kaio Jorge: "Ele ia sair de graça"

Declarações do presidente do Santos, Andres Rueda, sobre a saída de Kaio Jorge para a Juventus

Andres Rueda, citado pelo site Gazeta Esportiva, abordou esta terça-feira a saída de Kaio Jorge, que deixará o Santos para rumar à Juventus. O presidente santista abordou ainda a proposta apresentada pelo Benfica pelo jogador que em dezembro, a troco de três milhões de euros, sairá para o clube italiano

Uma proposta: "Fiz uma proposta que entendi como irrecusável em janeiro. Propus 20 por cento do passe para ele. O Santos tinha 100 por cento. Propus 20 por cento para o jogador, 20 por cento para o empresário e o Santos ficaria com 60 por cento, além de um bom aumento e cláusula para o Santos vender perante uma proposta mínima de 15 milhões de euros. Era o recado: 'Vamos renovar e fica bom para toda a gente'.

"O jogador não aceitou, então o caminho estava desenhado. Não tínhamos o que fazer a não ser encontrar interessados. Conseguimos um clube europeu interessante para o Santos [Benfica], dentro da realidade de que ele ia sair de graça daí a seis meses. Essa era proposta até ao último instante. Foi então que fomos informados das duas propostas... Uma de nada e outra de um milhão de euros, mostrámos a nossa proposta e que o jogador ajudasse como falou."

"Conseguimos as condições depois de árduas negociações, praticamente semelhantes a essa proposta [do Benfica]. Valor X de euros, bónus... O primeiro é a Juventus ir à Liga dos Campeões. Ficámos com cinco por cento de uma mais valia e a prioridade no regresso ao Brasil, compra ou empréstimo. Nenhum clube pode chegar ao Santos e fazer o que bem entender. No fim alcançámos o melhor para todos. A Juventus fez uma excelente aquisição pagando menos e o Santos, entre de não receber nada, vai ganhar alguma coisa", concluiu.