Prejuízo de 10,4 milhões aprovado por unanimidade

Prejuízo de 10,4 milhões aprovado por unanimidade

Acionistas votaram relatório e contas da última época

O relatório e contas relativo à época de 2012/13, que apresenta um prejuízo de 10,4 milhões de euros, foi nesta quinta-feira aprovado por unanimidade em Assembleia Geral (AG) pelos acionistas da SAD do Benfica. Este era o primeiro ponto da ordem de trabalhos da dita AG e refere-se aos resultados da última campanha, onde os encarnados divulgaram no último mês de setembro o tal resultado consolidado negativo de 10,4 milhões de euros, ainda assim inferior em 11,1 por cento relativamente à campanha 2011/12. As contas revelaram também na altura proveitos operacionais de 88,3 milhões de euros, excluindo transferências de jogadores. Neste período, o Benfica salienta o facto de ter registado o valor mais elevado de sempre em termos de receitas obtidas com a venda de atletas, nomeadamente com as vendas do espanhol Javi Garcia aos ingleses do Manchester City e do belga Axel Witsel aos russos do Zenit São Petersburgo, no valor total de 51,5 milhões de euros.

Nos outros pontos de ordem da AG desta quarta feira foi ainda aprovada a deliberação sobre a proposta de aplicação de resultados e feita uma apreciação geral da fiscalização e administração da SAD. Para além disso, avançou a declaração sobre a política de remuneração dos membros dos órgãos de administração e de fiscalização.

Todos os pontos da ordem de trabalhos foram aprovados por unanimidade, sendo que ainda houve lugar a um voto de confiança a todos os órgãos que compõem a SAD.