"Percebo que as pessoas, pela forma como Luís Filipe Vieira saiu, quisessem uma razia"

"Percebo que as pessoas, pela forma como Luís Filipe Vieira saiu, quisessem uma razia"

Rui Costa, candidato à presidência do Benfica, deu uma entrevista à BTV, esta segunda-feira.

Compromisso eleitoral: "Acima de tudo, o facto de querer trabalhar em conjunto. Ter escolhido uma equipa que me permite pensar em varias áreas, para corresponder a necessidades dos adeptos e sócios. Fazer um trabalho em conjunto é uma das minhas premissas."

Renovação da direção: "Tem a ver com homens que são da minha confiança. Entraram três pessoas novas, mantiveram-se três e, ao mesmo tempo, alguns nem fizeram mandato à frente do clube. Isto implica ser oito pessoas, mais a minha, numa equipa de trabalho homogénea, com pessoas da minha confiança. Percebo que as pessoas, numa fase de continuidade, com processos pelo meio, pela forma como Luís Filipe Vieira saiu, quisessem uma razia, à semelhança de um ano futebolístico que não corre bem e os adeptos querem novos jogadores e um novo treinador. Preciso de homens de confiança e que me garantam o que pretendo para o clube."

Limitação de mandatos: "É algo que irá entrar na parte da revisão de estatutos. Estou de acordo com uma revisão. A última feita tem que ser atualizada, modernizada, ir de encontro aos nossos adeptos. A revisão de estatutos será feita. Não será logo no dia 10, mas a breve trecho."

Permanência de Domingos Soares Oliveira: "Há coisas no Benfica que tem que melhorar. Mas é verdade que muita coisa foi bem feita no clube. Compreendo que as pessoas tenham duvidas quanto à SAD, mas não se pode por tudo no mesmo saco. Domingos Soares Oliveira contribuiu e muito para que o Benfica tivesses muitos resultados financeiros positivos. As coisas não dependem só de mim, mas contarei com Domingos Soares Oliveira."