Oficial: Yaremchuk deixa Benfica e reforça adversário do FC Porto

Oficial: Yaremchuk deixa Benfica e reforça adversário do FC Porto

Avançado ucraniano ruma ao campeão da Bélgica, adversário do FC Porto na fase de grupos da Liga dos Campeões

Benfica e Brugge oficializaram esta segunda-feira a transferência de Yaremchuk para os tricampeões da Bélgica.

Segundo o comunicado da SAD encarnada, a transferência faz-se por "um montante de dezasseis milhões de euros, acrescido de um valor adicional de três milhões de euros, dependente da concretização de objetivos relacionados com a performance desportiva do Club Brugge e do jogador".

O Benfica terá ainda direito a receber 10% do valor de uma futura transferência do avançado ucraniano, caso o valor dessa transferência seja igual ou superior a dez milhões de euros. A Benfica SAD refere que adquiriu 25% dos direitos económicos de Yaremchuk, que ainda eram detidos pelo KAA Gent, por três milhões de euros.

Comunicado do Benfica

"A Sport Lisboa e Benfica - Futebol, SAD ("Benfica SAD") informa que chegou a acordo com o Club Brugge para a alienação da totalidade dos direitos do jogador Roman Yaremchuk, por um montante de € 16.000.000 (dezasseis milhões de euros), acrescido de um valor adicional de € 3.000.000 (três milhões de euros), dependente da concretização de objetivos relacionados com a performance desportiva do Club Brugge e do jogador.
Adicionalmente, a Benfica SAD terá ainda direito a receber 10% do valor de uma futura transferência do referido jogador, caso o valor dessa transferência seja igual ou superior a € 10.000.000 (dez milhões de euros).
De referir que, previamente a este acordo, a Benfica SAD adquiriu 25% dos direitos económicos do referido jogador, que ainda eram detidos pelo KAA Gent, por um montante de € 3.000.000 (três milhões de euros).
Mais se informa que o Club Brugge terá o direito a reter o mecanismo de solidariedade para posterior distribuição aos clubes que participaram na formação do jogador e a Benfica SAD terá encargos com serviços de intermediação de 5% do valor da venda deduzido do montante da solidariedade".