Movimento Servir o Benfica "não se vai esgotar nestas eleições"

Movimento Servir o Benfica "não se vai esgotar nestas eleições"

Francisco Benitez, candidato à presidência do Benfica, assegurou, esta segunda-feira, que o Movimento Servir o Benfica vai continuar a funcionar após as eleições e a "participar de maneira construtiva para fazer ainda maior" o clube lisboeta.

"Garanto que sim. O Movimento Servir o Benfica é um conjunto muito grande de sócios que quer participar ativamente na vida do Benfica. Isso não se esgota nestas eleições. Vamos continuar a propor ideias, participar da maneira construtiva e fazer do Benfica ainda maior, mesmo que seja eleito", afirmou o empresário.

Francisco Benitez, sócio do Benfica desde 1965, tornou-se o rosto principal do Movimento Servir o Benfica, surgido em 2019 e um dos principais meios de contestação à presidência de Luís Filipe Vieira, nos últimos meses.

O movimento apresentou, em agosto último, os rostos que lideram as três listas que irá apresentar a sufrágio nas eleições de outubro: Benitez à frente da direção, Nuno Leite no Conselho Fiscal e Disciplinar e João Pinheiro na Mesa da Assembleia Geral.