Morato, pérola do São Paulo, na agenda do Benfica

Morato, pérola do São Paulo, na agenda do Benfica
Filipe Alexandre Dias

Tópicos

Com 18 anos, o central pertence aos quadros do São Paulo mas está há muito debaixo de olho dos encarnados

O Benfica está atento ao mercado brasileiro e é lá que está um dos jogadores bem referenciados pelo departamento de scouting das águias: Morato. Ao que O JOGO apurou, este defesa-central, que completou 18 anos no final do mês passado, está há muito debaixo do radar dos encarnados, que olham com muito interesse para um dos mais promissores atletas do São Paulo.

Conhecido por Morato, esse é, na verdade, o nome de guerra no mundo do futebol de Felipe Rodrigues da Silva. Na origem da alcunha que utiliza está o facto de corresponder ao local onde nasceu, em Francisco Morato, uma localidade da área metropolitana de São Paulo, situada nos arredores do centro urbano paulista.

Jogador em clara ascensão de carreira, Morato é um jovem que impressiona logo ao início por uma invulgar estampa física: mede 1,90 metros, algo que funciona, e muito, a seu favor nas disputas aéreas, um dos seus pontos mais fortes. Outra característica que lhe é atribuída, apesar da sua juventude, é a frieza e maturidade que apresenta em campo. Também por isso, mesmo com 17 anos, já jogava na equipa sub-20 do Tricolor do Morumbi. Já este ano, por exemplo, "explodiu" em termos mediáticos quando, após a sua participação na Copa de São Paulo, onde a sua equipa foi vice-campeã, e o central nomeado melhor jogador de uma competição, sendo ao mesmo tempo o mais jovem futebolista em campo. Titular indiscutível em todas as oito partidas da prova, jogou um total de 780 minutos dado que, em dois encontros (a final incluída), foi necessário recorrer a prolongamento.

Foi a evolução rápida de Morato que, de resto, lhe abriu as portas da equipa principal, estando atualmente integrado no plantel orientado por Cuca. Em maio, assinou o primeiro contrato profissional, num vínculo válido até 2023 e é uma grande aposta do emblema paulista, talvez até mesmo no imediato. O Benfica, por seu lado, está atento a tudo isso e equaciona jogar na antecipação.