Mattéo Guendouzi é o "oito" pretendido pelo Benfica

Mattéo Guendouzi é o "oito" pretendido pelo Benfica
Vítor Rodrigues

Tópicos

Os responsáveis encarnados estão já em campo a tentar segurar o médio do Arsenal, que só tem mais um ano de contrato.

O meio-campo do Benfica vai levar uma grande volta, estando em marcha uma verdadeira revolução que pode incluir a contratação de Mattéo Guendouzi. O JOGO apurou que os encarnados estão já no terreno a tentar convencer o Arsenal e o médio francês de 22 anos a viabilizar um negócio que permita às águias colocar o jogador à disposição de Jorge Jesus.

Com Nzonzi, da Roma, em negociação para assumir a posição de médio mais defensivo, Guendouzi é o número 8, o centrocampista de construção, desejado para a nova temporada, procurando o Benfica beneficiar da conjugação de várias condicionantes para tentar amarrar o internacional sub-21 francês, visto como uma grande promessa no seu país - já foi chamado à seleção principal mas não se estreou - e encarado na Luz como um negócio de ocasião que justifica algum esforço financeiro.

Uma dessas condicionantes tem a ver com o facto de ter apenas mais um ano de ligação ao Arsenal, clube que, por indicação do seu treinador, Mikel Arteta, não tem nos seus planos a inclusão de Guendouzi no plantel da nova época. Aliás, o jovem médio, contratado em 2018/19 já não contou na época passada, tendo sido cedido aos alemães do Hertha de Berlim, pelos quais alinhou em 24 jogos, apontou dois golos e fez três assistências, até terminar a época mais cedo, no início de maio, devido a uma fratura no metatarso do pé direito, que o afastou da fase final do Europeu sub-21, e da qual ainda está a recuperar.

Devido a esta situação contratual, o Arsenal aceita negociar por valores muito inferiores à avaliação atual de mercado, que aponta para 20 milhões de euros. O Benfica procura aproveitar este facto para tentar contratar o jogador por uma verba até aos dez milhões, não sendo de descartar, caso os valores exigidos sejam mais elevados, um empréstimo com opção de compra. Este justifica-se porque o clube inglês incluiu uma cláusula no contrato de Guendouzi que lhe permite uma renovação automática por mais uma época.

Segundo apurámos, o Benfica já está novamente em campo para tentar fechar negócio. Após uma primeira abordagem, no início do mês, tudo apontava para que Guendouzi fosse contratado pelo Marselha, que terá oferecido uma verba em torno dos 12 milhões de euros. Porém, e depois de este ter gasto 25 milhões para contratar Gerson ao Flamengo, o Arsenal recusou a ideia de dificuldades financeiras do emblema francês e subiu a fasquia, ao ponto de o negócio ter caído. A janela de oportunidade foi assim reaberta e o Benfica voltou à carga para tentar assegurar este reforço.