Marquês preparado para festa inédita do Benfica

Marquês preparado para festa inédita do Benfica

Prontos para a conquista do 34.º título, e confiando que pode acontecer já amanhã, os responsáveis do Benfica já reservaram espaço para celebração diferente

Com o 34.º título nacional à distância de um triunfo, no Benfica, "sem embandeirar em arco", confia-se que a equipa de Jorge Jesus será capaz de se impor na visita ao V. Guimarães e celebrar rijamente já amanhã no Marquês de Pombal, em Lisboa, num cenário "inédito". Dada a complexidade logística determinada pela inovação, parte do cenário pensado, como esperam os responsáveis encarnados, para acolher os bicampeões começou ontem a ser montada na zona interna da histórica rotunda da capital. O plano é, às primeiras horas da madrugada de segunda-feira, ter jogadores, técnicos e dirigentes a festejar no centro da praça, rodeados por milhares de adeptos. E se os resultados de Benfica e FC Porto levarem a decisão para a última jornada? Nesse caso, o palco ficará preparado para o domingo seguinte - é um risco que, dada a operação em causa, os dirigentes das águias têm de correr.

Porém, se a deslocação ao Minho correr de acordo com as expectativas do Benfica, a equipa regressará de avião a Lisboa, saindo do aeroporto por Figo Maduro. Pelos cálculos dos responsáveis do clube - articulados com as forças de segurança, mas dependente do trânsito e do tráfego aéreo no Aeroporto Sá Carneiro -, a chegada deverá ocorrer entre as 0h00 e as 0h30, seguindo a comitiva de imediato, num autocarro fechado, para o Marquês, o centro da celebração, onde também haverá um ecrã gigante. O Estádio da Luz, esse, contrariamente ao que ontem foi posto a circular, vai estar fora do mapa da festa.