Lázio confirma negociações por Pedro Neto e Jordão: "Foi o Benfica a mostrar interesse"

Lázio confirma negociações por Pedro Neto e Jordão: "Foi o Benfica a mostrar interesse"
Marco Gonçalves

Tópicos

Reconhecendo que o negócio está encaminhado, o dirigente sublinha que o emblema transalpino está a analisar a situação, sendo que para os próximos dias estão previstos novos contactos.

O Benfica está a procurar fechar a contratação de Pedro Neto e Bruno Jordão, dupla portuguesa que milita na Lázio e o negócio está encaminhado, como confirma a O JOGO Igli Tare, diretor desportivo da Lázio.

"Neste momento estamos num bom ponto, mas temos de ver. Temos de falar de novo", revela, explicando que o objetivo das águias é adquirir o passe da dupla: "Estamos a falar de uma transferência definitiva por Pedro Neto e Bruno Jordão."

Atento à situação dos dois jogadores, e avaliando o dossiê, face ao elevado investimento que será necessário realizar, o emblema encarnado decidiu avançar mesmo no sentido de garantir os dois internacionais pelas camadas jovens de Portugal (sub-20 no caso do extremo e sub-21 no caso do médio), contando com a participação de Jorge Mendes no sentido de acertar a melhor fórmula para garantir a contratação da dupla e suportar o investimento que a Lázio fez, pois entre o custo do empréstimo e a cláusula de compra obrigatória o clube transalpino pagou ao Braga 12 milhões por Neto e 6,5 milhões por Jordão, sendo que, em função de objetivos, pode investir ainda um total de sete milhões de euros pelos dois.

Jogando à defesa sobre os valores do negócio - "Não podemos falar de detalhes", justificou -, Igli Tare assegura, contudo, que a dupla não está em saldos: "Não fomos nós que dissemos que queríamos vender, foi o Benfica a demonstrar o interesse."

"São dois jogadores importantes e que tiveram um grande crescimento, sobretudo no último ano. Vamos ver o que irá suceder, porque agradam muito ao nosso treinador e estão nos planos para a próxima época. Temos de decidir o que é melhor fazer para o nosso futuro", referiu o dirigente da turma romana, confirmando contactos para breve: "Vamos ver como correm as coisas nos próximos dias."