Jorge Jesus explica substituições e elogia exibição da equipa: "Jogou à Benfica"

Jorge Jesus explica substituições e elogia exibição da equipa: "Jogou à Benfica"

Treinador do Benfica após a derrota, 0-1, com o Portimonense, no Estádio da Luz.

Substituições [Gil Dias entrou ao intervalo para lugar de Gilberto; André Almeida e Taarabt renderam Grimaldo e Weigl aos 73'; Gonçalo Ramos e Everton entraram para os lugares de Lucas Veríssimo e Yaremchuk nos momentos finais]: "Jogámos um jogo com muita intensidade contra o Barcelona, na última meia-hora notou-se que alguns jogadores estavam cansados, por exemplo o Rafa, mas não o quis tirar porque ele acelera o jogo como ninguém, foi para arriscar, pôr jogadores mais frescos, com outras características ofensivas. Acabámos com dois pontas de lança e dois bem abertos para criar largura e criar jogadas de um para um, o Gil Dias entrou muito bem, criou sobressaltos quando acelerava, porque é muito rápido com bola. O que queria dele saiu bem e foi pena, porque fizemos tudo para ganhar e não conseguimos pelo menos não perder este jogo."

Muitas oportunidades mas a bola não entrava: "Ao longo do jogo começámos a sentir: "tantas chances e não faz e dizes que hoje vai ser difícil, nem que estejas aqui toda a noite". Mas aquilo que conta para mim... é verdade que resultado é que faz olharmos para o jogo ter uma opinião favorável ou desfavorável, mas neste jogo hoje, só me faz olhar e saber que a equipa perdeu três pontos, porque a exibição do Benfica esteve cá, o Benfica jogou, jogou à Benfica, jogou como tem vindo a jogar, não fez aquilo que criou para poder definir e valorizar o jogo que fez."