Jorge Jesus destacado num livro: "Queria treinadores que não sejam tão falados como Guardiola ou Mourinho"

Jorge Jesus destacado num livro: "Queria treinadores que não sejam tão falados como Guardiola ou Mourinho"

Filofofia de jogo do técnico do Benfica motiva publicação em Espanha, que também aborda as ideias de Bielsa, Moreno e Xavi

Jorge Jesus é uma das figuras em destaque no livro "Espaços indefensáveis", obra de Andrés Bretones, analista e treinador de futebol que procurou analisar os "movimentos táticos e sessões de treino", bem como os padrões de jogo, de quatro treinadores: Jorge Jesus, Marcelo Bielsa (Leeds), Xavi (Al-Saad) e Roberto Moreno (Mónaco).

Andrés Bretones optou por Jorge Jesus por se tratar de "um treinador com uma trajetória profissional muito boa". "Queria destacar treinadores que não sejam tão falados como Guardiola, Klopp ou Mourinho. Tem feito as coisas bem, na etapa anterior no Benfica, depois no Flamengo, conseguindo a Taça Libertadores e eliminando os dois vencedores anteriores. É um treinador muito apetecível de analisar, observar e falar dele", explicou o autor da publicação em declarações à BTV.

"É um treinador que procura ser protagonista com a bola e queríamos treinadores com essa filosofia de jogo. Que queiram ter bola, com ataque organizado e posicional, algo que Jesus domina perfeitamente. Imprime dinamismo, trocas posicionais e ocupações de espaços, muita mobilidade. São equipas que interpretam muito bem o jogo", adiantou ainda André Bretones, que vê o actual treinador dos encarnados como um dos melhores do Mundo. "Sem nenhuma dúvida. O seu palmarés está aí. Pelo que fez no Benfica e no Brasil", completou.