Jesus quer Lucas já em janeiro e presidente do Santos comenta

Jesus quer Lucas já em janeiro e presidente do Santos comenta
Marco Gonçalves/Pedro Miguel Azevedo

Tópicos

O técnico já fez saber que deseja o central na segunda metade da época. Santos assume estar informado da cobiça,

Lucas Veríssimo continua como alvo preferencial do Benfica e, sabe O JOGO, Jorge Jesus conta mesmo com a contratação do defesa-central do Santos na próxima janela de mercado, ou seja, em janeiro de 2021. Apesar da chegada de Todibo, por empréstimo do Barcelona, o treinador das águias não desiste de ter no plantel mais um jogador de peso e maior experiência para reforçar as opções no eixo defensivo e que venha somar-se a Vertonghen, Otamendi, Jardel e Ferro, até porque o veterano brasileiro voltou a ter problemas físicos.

No Brasil, o Santos sabe que o Benfica quer avançar com uma proposta formal, a segunda oferta das águias, dado que, no mercado de verão, já foi avançada uma inicial que, no entanto, não serviu para fechar um entendimento.

A O JOGO, Orlando Rollo, presidente do clube paulista, confirma que teve uma proposta encarnada na mesa, assim como de Braga e FC Porto, acrescentando que aguarda por um novo avanço. "Recebemos propostas, na última janela, de Braga, FC Porto e Benfica, mas não houve continuidade. Depois, a janela fechou e encerrámos as conversas. Mas o Benfica disse-nos que o Lucas interessa para a próxima janela de transferências, mas ainda não fez nova proposta. O Benfica é um clube amigo, temos um bom relacionamento e estamos abertos a conversar", aponta Orlando Rollo.

Na altura, e como escreveu O JOGO, as águias propunham-se a pagar cerca de 6,5 milhões de euros, com o valor a ser diluído no tempo. Rollo admite que este último aspeto contribuiu para a falta de entendimento final, apelidando na altura de "vergonha" as formas de pagamento. "Vergonha porque era um prazo muito longo, para começar a pagar no próximo ano. O Santos precisa de dinheiro para pagar dívidas agora. Como disse, não chegou uma nova proposta, não fomos contactados oficialmente. Vamos ver se chega para, aí, conversarmos", frisa o dirigente do Peixe.