Vlachodimos impressiona e ganha terreno na baliza do Benfica

Vlachodimos impressiona e ganha terreno na baliza do Benfica
Pedro Miguel Azevedo/Rui Miguel Gomes

Tópicos

A lesão sofrida por Svilar frente ao Sevilha abriu caminho ao alemão que fez todos os minutos dos últimos jogos de preparação. Jogo de pés e capacidade entre os postes têm sido aspetos em evidência.

A baliza do Benfica poderá ter ganho novo dono no arranque oficial da temporada, cumprida que está a fase de preparação dos encarnados e que se aproxima, terça-feira na Luz frente ao Fenerbahçe, da estreia oficial. Ao que O JOGO apurou, e muito embora antes da pré-época a prioridade para estar entre os postes das águias era Svilar, os desempenhos recentes colocaram Vlachodimos numa posição de alguma vantagem.

Nos últimos quatro jogos de pré-época, Vlachodimos foi titular em três e disputou os 90 minutos frente a Lyon, Sevilha e Juventus. Excluindo jogo à porta fechada com o Swindon, o alemão alinhou 315" contra 135" de Svilar e 45" de Varela. Este é, aliás, um indicador da avaliação positiva que Rui Vitória fez nas últimas semanas e que terá permitido a ultrapassagem do ex-Panathinaikos a Svilar. O belga até foi titular na primeira partida, contra o Napredak, mas uma lesão na região adutora direita no aquecimento do jogo com o Sevilha contribuiu para o seu apagamento, embora tenha ainda feito 90" com o Dortmund.

O JOGO apurou que Rui Vitória tem ficado muito agradado com a resposta de Vlachodimos em competição, principalmente pelo seu jogo de pés e posicionamento entre os postes, muito embora seja reconhecido que poderá ser preciso trabalhar mais os cruzamentos. Mesmo assim, salvo imprevistos, a resposta dada aponta Vlachodimos como estando agora na linha da frente para garantir a baliza.