"Só há VAR na final da Liga Europa, mas isso não deve ter chegado aos ouvidos do Benfica"

"Só há VAR na final da Liga Europa, mas isso não deve ter chegado aos ouvidos do Benfica"

Da Costa assumiu que o primeiro golo do Eintracht Frankfurt, em fora de jogo, tirou a concentração à equipa da Luz.

Titular diante da equipa encarnada, Danny da Costa abordou o lance do golo inaugural, que mereceu forte contestação da equipa técnica do Benfica, reclamando fora de jogo de Kostic.

Por ter feito a sinalética utilizada na consulta do VAR, Bruno Lage foi expulso e o ala do Eintracht considerou que os encarnados estavam mal informados. "Foi tudo muito rápido. Rebic fintou, Gacinovic atirou ao poste e o Kostic marcou. Só na final da Liga Europa há VAR, mas isso não deve ter chegado aos ouvidos do Benfica. Eles não sabiam e ficaram desconcentrados durante vários minutos", sublinhou Da Costa, natural de Angola, mas com nacionalidade germânica.

"Naquela circunstância, tivemos a sorte que por vezes é necessária para seguir em frente numa prova a eliminar", admitiu o jogador do Eintracht Frankfurt, tal como o técnico Adi Hutter já havia referido.