Rui Vitória pede onze Eusébios e deixa pergunta ao Rui do passado

Rui Vitória pede onze Eusébios e deixa pergunta ao Rui do passado

Treinador do Benfica anteviu o clássico frente ao FC Porto.

Agora que parte para o Clássico em vantagem, o que diria ao Rui Vitória do passado? "O Rui do passado diria ao do presente: 'como é que foste sempre o mesmo Rui?'. Porque acreditei desde o início. Não acreditei em artes mágicas, acreditei porque sei onde estou, sei a massa adepta que temos, sei a qualidade e experiência que existe e acreditava naquilo que acabámos por fazer. Podemos fazer o transfer para uma maratona, para um combate de boxe em que muitas vezes perdes o primeiro assalto mas ganhas no final, na maratona há quem comece atrás e acabe à frente... Ainda falta muito, ainda não ganhámos nada e estamos aqui para a luta final. Estamos preparados. Temos pela frente adversários diferentes, mas nada muda em relação ao que era o Rui antigo. Fazendo uma alusão ao passado, há dias vi na televisão um jogo do Benfica com camisolas do Eusébio. Amanhã temos que ser 11 Eusébios. 11 jogadores que possam vestir a camisola do Eusébio e transmitir em campo o que ele fazia: raça, ambição, personalidade na forma como jogava".

Acredita que é desta que vai vencer o FC Porto? "Estou sempre confiante em qualquer jogo, não é por ser aqui ou ali. Amanhã as vitórias do passado vão valer pouco, assim como o campeonato que o FC Porto tem vindo a fazer. É um jogo com características diferentes, mas a segurança no que fazemos é imensa e é a mesma de quando comecei. Não preciso de nada de especial, não preciso de me sentir assim. O jogo não vai ser resolvido num estalar de dedos, porque vamos enfrentar um adversário difícil e vamos querer ir à luta, tal como o FC Porto".