Resistir aos dragões é igualar feito com 21 anos

Resistir aos dragões é igualar feito com 21 anos

Desde 1993/94 que os encarnados não chegam ao final de uma época sem perder um clássico.

Um empate no clássico com o FC Porto pode servir melhor as pretensões dos campeões nacionais, mas a história demonstra igualmente que, caso não saia derrotado, o Benfica de Jorge Jesus irá igualar um feito que já leva 21 anos: chegar ao final de uma época sem perder nenhum clássico com qualquer dos grandes rivais (FC Porto e Sporting).

Afinal, desde a campanha 1993/94, com Toni ao leme da equipa, que o emblema da Luz não consegue tal feito, ora porque perde com os dragões, ora porque são os homens de Alvalade a servir de travão. Na dita época, porém, um empate (3-3, nas Antas) e uma vitória (2-0, na Luz) contra os azuis e brancos foram meio caminho andado, mas os encarnados também fizeram o pleno contra o Sporting, vencendo por 6-3 em Alvalade e por 2-1 no antigo Estádio da Luz. Curiosamente, no final dessa caminhada (também disputada a 34 jornadas, como agora), as águias celebraram a conquista do campeonato com mais dois pontos do que os dragões, mas aí acabou por ter início uma longa seca de festejos a este nível, pois o Benfica só voltou a ser campeão nacional onze épocas mais tarde (2004/05).

Agora, depois da vitória no Dragão (2-0) e dos empates a uma bola com os sportinguistas, os comandados de Jorge Jesus veem possível a reedição deste feito.