Raúl Jiménez desiludido com a resposta do Benfica

Raúl Jiménez desiludido com a resposta do Benfica
Vítor Rodrigues

Tópicos

Benfica explicou ao América que o atleta é importante para Rui Vitória, algo que surpreendeu o camisola 9

Raúl Jiménez não percebe a razão da recusa do Benfica à sondagem do América, que pretendia a cedência do avançado até ao final da temporada. Apontando à conquista do pentacampeonato, o clube da Luz rejeitou a possibilidade de ver partir o camisola 9 por empréstimo, tal como O JOGO anunciou, considerando-o, apesar da escassa utilização, uma arma que poderá ser decisiva na fase derradeira da prova. Porém, insatisfeito com os apenas 772 minutos cumpridos até ao momento, o atacante quer jogar mais, até a pensar na presença no Mundial, que se disputa no final da temporada, na Rússia. No entanto, o Benfica não admite vê-lo partir de forma temporária, como desejava o América, admitindo apenas a saída através de uma transferência definitiva, algo difícil face às elevadas exigências das águias.

"Pedimos o empréstimo do Jiménez ao Benfica, mas disseram-nos que não o querem emprestar", confirma a O JOGO Santiago Baños, presidente do América, revelando a explicação recebida por parte dos responsáveis encarnados: "Transmitiram-nos que é um jogador importante para o treinador - mas não joga. Foi isso que lhes dissemos. Não entendemos." "Assim como o Raúl. Ele joga cinco ou dez minutos e o Seferovic zero. O Jiménez também não entende a explicação e quer vir por seis meses", garante o líder do conjunto mexicano, frisando que o América vai sair de cena: "Não vamos insistir com o Benfica."

Fora das principais contas de Rui Vitória e com apenas cinco jogos como titular em 2017/18, Raúl Jiménez via com muito agrado o regresso ao seu país e ao América, onde se formou, pois este cenário permitir-lhe-ia chegar em alta rotação ao Mundial, vendo assim posto em causa o seu estatuto na prova. "Não acredito que não esteja na Rússia. Mas não vai jogar", afirma Baños.