Peñarol explica negócio Jonathan

Peñarol explica negócio Jonathan

Juan Pedro Damiani, presidente do clube uruguaio, refere que Jonathan pode render no total 3,5 milhões de euros limpos e acredita que o Benfica irá exercer a opção pelo atleta antes do fim do prazo.

Juan Pedro Damiani, presidente do Peñarol, explicou no Uruguai os moldes da transferência de Jonathan Rodríguez para o Benfica, rebatendo as críticas daqueles que consideram que o emblema uruguaio fez um mau negócio.

"Vamos receber mais dinheiro do que aquele que estava previsto inicialmente. Com as armas que tínhamos, negociámos muito bem. O Peñarol recebe 3.5 milhões de euros limpos. Agora recebemos dois milhões de euros a pronto por 40 por cento do passe e os restantes 60 por cento vão custar [ao Benfica], em dois anos e meio, um valor total de 4,4 milhões de euros", adiantou o líder do Peñarol, em declarações à rádio "Sport890", revelando que o avançado lhe "ligou a expressar a sua intenção de ficar em Portugal", como forma de pressão.

"O Benfica vai exercer a opção de compra antes do final do prazo, de dois anos e meio", vaticinou Juan Pedro Damiani, assumindo que a mudança de Elbio Álvarez para o Benfica resolveu um problema ao seu emblema. "A viagem de Elbio também nos livrou de um processo do Benfica devido à negociação de 2012", esclareceu.