Os sete jogadores que falham o início da pré-época do Benfica

Os sete jogadores que falham o início da pré-época do Benfica
Marco Gonçalves / Vítor Rodrigues

Tópicos

Benfica arranca os trabalhos de pré-época na segunda-feira, 1 de julho

Bruno Lage dá início aos trabalhos de pré-época na próxima segunda-feira, dia 1 de julho, mas no lote de jogadores à disposição do técnico não estarão sete atletas que ajudaram o Benfica a vencer o campeonato em 2018/19. Vlachodimos, Rúben Dias, Samaris, Pizzi, Rafa, Zivkovic e Seferovic, futebolistas que depois do término da liga ainda estiveram ao serviço das respetivas seleções, foram autorizados, sabe O JOGO, a apresentarem-se mais tarde, mas ainda a tempo da digressão aos Estados Unidos, cuja viagem está agendada para dia 15 de julho.

Presentes na Liga das Nações, Rúben Dias, Pizzi, Rafa (que venceram a competição realizada em Guimarães e no Porto, derrotando na final a Holanda) e Seferovic têm os exames médicos agendados apenas para os dias 5 e 6 de julho, a exemplo do que também sucede com Vlachodimos e Samaris, chamados para os jogos da Grécia ante Itália e Arménia, de qualificação para o Europeu de 2020, realizados a 8 e 11 de junho, ambos com derrota para a seleção helénica.

Autorizado também a falhar o arranque para a nova época está Zivkovic, que irá cumprir os testes médicos apenas nos dias 12 e 13. O extremo esteve não só ao serviço da seleção principal da Sérvia mas também dos sub-21, que participaram, sem sucesso, no Europeu da categoria, que se disputa neste momento na Polónia. Eleito capitão da seleção de sub-21, o atacante não conseguiu evitar o descalabro da Sérvia, que somou três derrotas e apenas um golo, da autoria de Zivkovic, de penálti.