"Nunca se enganam contra o FC Porto"

"Nunca se enganam contra o FC Porto"

O vice-predisente do Benfica garante que clube encarnado foi alertado antes do jogo para "o que poderia acontecer em Coimbra" e questiona se os erros de arbitragem são mero acaso

Rui Gomes da Silva, vice-presidente do Benfica, garantiu, em declarações à Antena 1, que o Benfica foi avisado sobre "o que poderia acontecer em Coimbra" e aponta para árbitros como Pedro Proença, Artur Soares Dias e João Capela como juízes que "nunca se enganam contra a outra equipa".

"O Benfica foi avisado do que poderia acontecer em Coimbra e sabemos que essa mensagem chegou a Vítor Pereira", começou por afirmar Rui Gomes, em declarações prestadas à Antena 1.

"Vejam-se os últimos cinco anos de arbitragem. Pedro Proença, Olegário Benquerença, Carlos Xistra, Soares Dias, João Capela, Hugo Miguel e Rui Silva. Será que e é tudo por mero acaso. Nunca se enganam contra um determinado clube, o FC Porto", rematou, lembrando o golo de Maicon em posição irregular na Luz, na época passada. "Que adianta agora que o árbitro do último Benfica-FC Porto venha agora dizer que foi desconcentração? É que de facto o momento de desconcentração valeu o campeonato à outra equipa. Nunca há momentos de desconcentração para nós num FC Porto-Benfica".

O dirigente encarnado pede que seja feita "investigação aos incidentes da partida com a Académica". "Investiga-se tanta coisa em Portugal, por isso esperamos também uma investigação a esta matéria por parte das autoridades competentes", concluiu.