Diretor do jornal do Benfica refere-se a Jorge Andrade como "besta negra", "caceteiro" e "andrade"

Diretor do jornal do Benfica refere-se a Jorge Andrade como "besta negra", "caceteiro" e "andrade"

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Diretor do jornal do Benfica referiu-se ao antigo internacional português durante programa da BTV

José Nuno Martins, comentador da BTV e diretor do jornal do Benfica, referiu-se, esta quinta-feira, a Jorge Andrade como "besta negra", "caceteiro" e "andrade" durante um programa do canal de televisão do Benfica. "Desde que não se volte a verificar uma entrada do nosso rival com a intensidade preconizada pela aquela besta negra que defendia em pleno serviço público de televisão de televisão. Refiro-me ao Andrade, o verdadeiro 'andrade", afirmou, referindo-se ao que considera ser a forma agressiva com o Sporting entrou no dérbi de quarta-feira com o Benfica.

"Logo aos três minutos de jogo houve um tipo [Ilori] que tentou fazer isso ao Félix. Mas a asneira é livre, defendo a liberdade de opinião e imprensa e vivemos num país que permite isso. Esse tal Andrade foi um caceteiro no Estrela da Amadora, no FC Porto, no Corunha e até se ter lesionado definitivamente. Chegou a jogar pela Seleção Nacional e a imprensa sempre achou que ele era a última Coca-Cola da terra", disse também. "Se dizer esta asneira é uma coisa livre, não é assim tão livre quando são proferidas num espaço de serviço público de televisão. Ou de rádio", acrescentou.

O comentador da BTV acabou também por falar de Rodolfo, membro do painel do programa Play-Off, da SIC Notícias: "Aquele Rodolfo da SIC Notícias também só jogava à paulada, nunca passou de um reles jogador sem qualidade, que jogava com base em pancadaria violenta. Isto não pode acontecer na televisão. Faço uma chamada de atenção à diretora de informação da RTP para ver quem tem debaixo do seu telheiro. Parte dos honorários estão a pagar para que estes 'Andrades' estejam ao serviço da RTP. Não é possível continuarmos a ouvir este tipo de comentários que tem a pancadaria como base do raciocínio. Um jogo de futebol não é assim, os jogadores não têm de se esgueirar da pancadaria que estes 'Andrades' preconizam. Especialmente um jogador jovem e com capacidades acima da média como o João Félix", concluiu.