José Eduardo Moniz: "Provavelmente Pinto da Costa teve um apagão de memória"

José Eduardo Moniz: "Provavelmente Pinto da Costa teve um apagão de memória"

Vice-presidente do Benfica respondeu ao editorial de Pinto da Costa na revista Dragões e explica que Paulo Gonçalves não é o braço direito de Luís Filipe Vieira.

José Eduardo Moniz, vice-presidente do Benfica, refere que Paulo Gonçalves não é o braço direito de Luís Filipe Vieira, numa altura em que o assessor jurídico está implicado no caso e-toupeira.

"Não é, até porque Luís Filipe Vieira não tem braço direito. A única pessoa que exigiu ser número dois para continuar aqui teve que sair, porque é remunerado ser-se comentador numa estação televisiva. Isso foi público, quis ser número dois e saiu", apontou José Eduardo Moniz, referindo-se a Rui Gomes da Silva."Nós todos somos braços direitos de Luís Filipe Viera, nós administradores e vice-presidentes", vincou.

O vice-presidente do Benfica respondeu também ao editorial de Pinto da Costa na revista Dragões de março, onde o presidente do FC Porto apontou o dedo a "uma rede de tentáculos a todos os títulos vergonhosa".

"Acho que provavelmente Pinto da Costa teve um apagão de memória, só pode ter sido, relativamente ao historial do FC Porto", respondeu José Eduardo Moniz, continuando.

"Acho curioso o grande alarido que se faz com o facto de Paulo Gonçalves se ter mantido em funções quando me recordo de casos de dirigentes de outros clubes envolvidos em situações complexas, como o FC Porto e os casos do Apito Dourado, ou Fénix... Não vi nenhum dirigente suspender funções, desde o presidente a outros, e ninguém fez alarido ou levantou questões", rematou Moniz, em declarações à BTV.

Além dos referidos casos, a propósito da divulgação de informação sigilosa num blogue alegadamente ligado ao Sporting, Moniz exigiu a intervenção da Polícia Judiciária. "A confirmar-se, é esperar que aconteça ao Sporting e aos responsáveis pelo blogue, as buscas que aconteceram ao Benfica e apuramento de quem está por trás e os objetivos que se querem atingir. Só vejo um, que é denegrir o Benfica", atirou.