Jonas: as lágrimas, o episódio no balneário e a dúvida que se mantém

Jonas: as lágrimas, o episódio no balneário e a dúvida que se mantém

Foi com emotividade que viveu estes momentos de festa numa possível despedida pessoal.

Jonas tem contrato com o Benfica por mais uma época, mas ainda não decidiu se vai continuar nos relvados, tendo em conta o problema físico (dores nas costas) que apresenta. Talvez já com o sabor da despedida presente, o avançado viveu com particular emoção estes momentos de festa e logo desde o momento em que entrou em campo. Aos 68", ao substituir João Félix, já não escondia as lágrimas. Depois, no campo, esforçou-se para marcar numa possível despedida da "catedral". Os companheiros procuravam-no sempre que podiam para que rematasse à baliza e a verdade é que Jonas foi exemplar nesse aspeto: quatro foram as tentativas, duas delas à baliza. Apesar disso, não conseguiu o golo.

No fim do encontro, esteve sempre no centro dos festejos, começando por comentar: "Foi uma época de muito sacrifício. No início não tivemos a produção que desejávamos, mas depois houve mudanças importantes para todos", disse, aludindo à chegada de Bruno Lage. "Acabarmos campeões foi muito importante para mim e para todos. Estamos todos de parabéns. E eu estou realizadíssimo. Agora, é agradecer a Deus por isso", disse, pouco depois de receber enorme manifestação de carinho de Rui Costa, que o beijou com intensidade na face. A seguir, juntou-se a Gabriel e Jardel, os outros dois brasileiros do plantel, para uma selfie prolongada. Outros companheiros voltaram a procurá-lo e saltaram em molho para cima dele, mas não se queixou e já no balneário, protagonizou momento de humor: atirou-se para o chão a deslizar e, quando se levantou, fez um esgar de dor a queixar-se das costas. Desta vez, na brincadeira. Os companheiros riram.