E-Toupeira: Júlio Loureiro em silêncio à entrada para o tribunal

E-Toupeira: Júlio Loureiro em silêncio à entrada para o tribunal

Ex-observador e três testemunhas arroladas por este arguido são os primeiros a ser ouvidos.

A fase de instrução do processo e-Toupeira arrancou esta quarta-feira no Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC), em Lisboa, com as audições de um arguido e três testemunhas a começarem pelas 14h00.

O escrivão e ex-observador de árbitros Júlio Loureiro, e três testemunhas arroladas por este arguido, que são os primeiros a ser ouvidos, não prestaram declarações à comunicação social à entrada para o tribunal.

De resto, todos os outros responsáveis que vão participar nos trabalhos esta quarta-feira, como os advogados da SAD do Benfica (arguida) ou da SAD do Sporting (assistente), evitaram as questões dos jornalistas à chegada ao TCIC, exceção feita a Joaquim Oliveira, advogado que representa "adeptos" que se constituíram assistentes.