Bombeiros relativizam tochas no Portimonense-Benfica: "Não houve fogo"

Bombeiros relativizam tochas no Portimonense-Benfica: "Não houve fogo"

Comandante da unidade de Portimão diz que "não houve fogo" na bancada do estádio algarvio, apesar do muito fumo provocado.

As tochas que os adeptos do Benfica deflagraram no final do jogo com o Portimonense na bancada do recinto algarvio foram desvalorizadas pelos Bombeiros Voluntários de Portimão.

"Foram apenas duas tochas deflagradas pelos adeptos. A situação não passou da coluna de fumo vista, não houve fogo e as cadeiras não arderam sequer, registando-se apenas pequenos danos em três ou quatro", referiu Richard Marques, o comandante daquela unidade, em declarações ao jornal regional "Barlavento", frisando ainda que os bombeiros procuraram "evitar o pânico, dada a grande concentração de pessoas na zona", algo no qual considera terem sido "bem sucedidos".

O incidente acabou por gerar fortes críticas dos dragões, que, sobre os adeptos do Benfica, falaram mesmo de um "grupo organizado de pacifistas".