Rui Gomes da Silva sobre a detenção de Vieira: "Punha o lugar imediatamente à disposição"

Rui Gomes da Silva sobre a detenção de Vieira: "Punha o lugar imediatamente à disposição"

Antigo "vice" o Benfica reagiu, sublinhando que "no último ano" lançou vários alertas, mas não esperava que o caso tivesse "esta dimensão"

O antigo vice-presidente do Benfica e ex-candidato às eleições, Rui Gomes da Silva, defendeu esta quinta-feira que o presidente Luís Filipe Vieira devia demitir-se depois de ter sido detido na quarta-feira na sequência de buscas.

"Numa situação destas demitia-me. Punha o lugar imediatamente à disposição", disse à TVI.

Gomes da Silva lembrou que "durante o último ano" alertou para "estas situações", mas não esperava que o caso "tivesse esta dimensão", acrescentando que "tem de haver outras pessoas" envolvidas.

"É verdade que a estrutura dos clubes portugueses é presidencialista. Mas daí até entender que a vontade de um homem só depois é sufragada e posta em prática apenas com a assinatura dele, também não é verdade. Tem de haver outras pessoas, que em função destes negócios, destas vendas de ações e destas situações todas, tiveram de pelo menos assinar, de pelo menos estar caladas", afirmou.