Ferro: o ponto da situação e a questão da máscara de proteção do rosto

Ferro: o ponto da situação e a questão da máscara de proteção do rosto
Paulo Nunes Teixeira/Pedro Miguel Azevedo

Tópicos

O central português limitou-se a fazer treino de recuperação e Bruno Lage só esta sexta-feira decidirá se convoca o camisola 97, que aguarda pela máscara de proteção do rosto.

Capitão do Benfica, Jardel poderá regressar ao onze no sábado, na deslocação ao terreno do Santa Clara. A utilização do central ao lado de Rúben Dias está dependente dos índices físicos de Ferro, que fraturou o nariz na partida com o Lyon.

Ao que apurámos, o defesa português limitou-se a fazer treino de recuperação e só esta sexta-feira, após nova sessão de trabalhos, é que Bruno Lage decidirá se o convoca para o embate com os açorianos. Além disso, o Benfica ainda aguarda pela chegada de uma máscara de proteção do rosto, condição determinante para que o jovem central mantenha o lugar. No entanto, é provável que o treinador das águias não arrisque, para evitar a eventualidade de agravamento da mazela num possível lance dividido.

Se Lage optar por deixar Ferro de fora dos convocados, Conti poderá ser chamado. O defesa argentino esteve vários meses afastado da competição e ainda não somou minutos esta época, mas entretanto saiu do boletim clínico, motivo pelo qual estará apto. Se Conti não for convocado, Samaris poderá ser uma opção de recurso, pois já alinhou no eixo defensivo.

Esta época, Jardel tem participação em cinco encontros e voltou à ação em Lyon, dada a lesão de Ferro, que chocou com Vlachodimos nos instantes iniciais do desafio. Já Ferro tem outra preponderância na equipa encarnada, com 14 jogos realizados. O camisola 97 falhou apenas os embates com Zenit (Liga dos Campeões), Vitória de Guimarães (Taça da Liga) e Portimonense (liga).