"Fernando Martins ajudou a construir um clube mítico"

"Fernando Martins ajudou a construir um clube mítico"

Antigo jogador e treinador do Benfica recorda "um dos vultos incontornáveis do clube".

Toni, antigo jogador e treinador do Benfica, recordou o antigo presidente Fernando Martins como "um dos vultos incontornáveis" da história do clube. "Esta é uma hora de tristeza para a família benfiquista, que perdeu um dos seus vultos incontornáveis. Foram homens como Fernando Martins que ajudaram a construir o clube mítico e universal que é o Benfica", relembrou à agência Lusa.

Treinador adjunto do sueco Sven-Goran Eriksson, do húngaro Pal Csernai e do inglês John Mortimore no mandato de Fernando Martins, Toni confessou que ainda o tratava por "presidente", numa manifestação do "grande respeito" e da "admiração" que tinha pelo dirigente que conduziu o clube da Luz entre 1981 e 1987.

Para o técnico, é demasiado redutor dizer que o antigo presidente é o homem do terceiro anel, porque Fernando Martins, foi "um presidente que serviu o Benfica e nunca se serviu do Benfica.

Toni recordou ainda o caráter e a personalidade forte do homem que deu sempre um cunho pessoal ao seu trabalho, que o tornou determinante na história dos encarnados.