"Em 1943 ganhámos 12-2"

Técnico benfiquista, a propósito do historial dos jogos entre Benfica e FC Porto, realçou que o presente é que conta.

Questionado pelos jornalistas a propósito do historial dos jogos entre Benfica e FC Porto, Jorge Jesus desvalorizou o que está para trás:

"Historial? O que interessa é o presente. O Vítor Pereira tem uma vitória e uma derrota. Se formos a olhar para trás, em 1943 ganhámos por 12-2 ao FC Porto. Mas, como disse, o presente é que conta".

Recusando-se, depois, a exprimir a sua opinião sobre Vítor Pereira ("há coisas mais importantes a falar aqui do que os treinadores das duas equipas...", disse), Jesus comentou as declarações do seu colega no dia anterior:

"O treinador do rival tem o direito de dizer o que quiser, estamos aqui é para falar do jogo. De qualquer modo, o Benfica está no Campeonato, na Taça de Portugal, na Taça da Liga e na Liga Europa, na qual tem o jogo com o Leverkusen. Que eu saiba, este não foi adiado. Não estamos na Champions, é verdade, mas estamos na Liga Europa".

Como o Benfica vai travar Jakson Martinez e companhia é que não revelou, referindo:

"Se nós teremos que ter cuidado com o Jackson Martinez, entre outros, o adversário terá que ter cuidado com os avançados do Benfica. Não vou revelar a nossa estratégia frente ao FC Porto, mas o Benfica vai jogar dentro daquilo que tem vindo a fazer e de acordo com as suas ideias de jogo".