"Disseram que éramos a pior equipa do mundo"

"Disseram que éramos a pior equipa do mundo"

Declarações de Tomás Araújo, central da equipa sub-19 do Benfica, que na segunda-feira conquistou a UEFA Youth League, com uma goleada sobre o Salzburgo por 6-0.

Sentimento após o apito final: "Foi uma grande descarga emocional. Tivemos um ano inteiro a batalhar para sermos campeões. Há dois anos fomos superiores, mas não deu para nós. Quando o árbitro apitou foi um momento de emoção muito grande e sentimento de dever cumprido."

Derrota com Dínamo Kiev logo no arranque: "Entrámos muito mal no primeiro jogo. Disseram que éramos a pior equipa do mundo e esse sentimento de raiva e frustração permitiu-nos dar a volta. Ganhamos os jogos todos desde então, foram todos uma final."

O que disse aos companheiros de equipa, sendo que tem experiência na prova? "Fui dizendo para acreditarem na qualidade deles. O plantel tem qualidade, podem entrar muitos jogadores, será assim. Disse para acreditarem neles próprios."

Confiança: "Claro que estávamos muito confiantes desde os penáltis contra a Juventus. Sentimos que este era o ano."

Apoio dos adeptos: "Foi como se fosse um jogo em casa. Foi incrível. Nunca vi tantos adeptos a apoiar uma equipa tão longe do país onde jogamos."

Felicitações dos amigos em Portugal: "É um sentimento incrível. Nunca pensámos que poderia acontecer no início da época, mas no final com este apoio foi ainda mais especial."

Formação tem talento: "Está à vista que a formação é o caminho, mais uma geração com talento. É esse o caminho."

Chegada a Portugal: "Conseguimos identificar caras conhecidas na chegada. Pedimos para parar o autocarro e festejar com eles, mas não foi possível. É sempre bom ter este apoio dos adeptos."

Confiança: "Não temos muita pressão. Fazemos o que gostamos e confiamos muito uns dos outros. Este é um trabalho de toda a formação, desde os sub-13 aos sub-19."