Devolução de Yony não afeta Pedrinho, pago a partir de agosto

Devolução de Yony não afeta Pedrinho, pago a partir de agosto

O Corinthians desespera pelo dinheiro da transferência, mas só quando este for integrado no plantel encarnado as águias vão proceder ao pagamento da primeira parcela

O Benfica contratou o extremo Pedrinho ao Corinthians, por 20 milhões de euros (por 70% do passe), mas a primeira parcela de 4M€ só vai entrar nos cofres do clube brasileiro na primeira semana de agosto. O Corinthians é que desespera pelo encaixe, pois tem dívidas a saldar e três meses de ordenados em atraso. Certo é que a devolução do emprestado Yony González ao Benfica não interfere no negócio, afirmou o empresário de Pedrinho, Will Dantas, ao sítio "Meu Timão".

"Nunca teve nada a ver a negociação do Benfica pelo Pedrinho com a do Yony González. É uma coisa à parte. Foi pleiteado no início da negociação, mas eu não aceitei de bate-pronto. O valor do Pedrinho era de 25 milhões de euros. Para bater o martelo e fechar o negócio, foram 20 milhões de euros em cinco parcelas de 4 milhões", afirmou Will Dantas.

O internacional brasileiro de apenas 21 anos assinou pelas águias até 2025 e já nem treino com o Corinthians desde o início da pandemia, pelo que espera ordem para viajar para Portugal.

Matias Romano Ávila, diretor financeiro do Timão, explicou o acordo: "Como o Pedrinho ainda não chegou lá, está no contrato que tem que chegar e integrar o elenco para que o Benfica possa fazer o pagamento da primeira parcela. Isso aí faz parte do acordo com o agente financeiro que nós estamos adiantando, mas é uma coisa normal, providência tranquila. Assim que for finalizado, esse dinheiro deve entrar nos cofres".