"Contra o Ajax a preocupação é a mesma dos outros jogos"

"Contra o Ajax a preocupação é a mesma dos outros jogos"

Treinador do Benfica antevê um "jogo interessante" contra uma equipa "forte ofensivamente".

Manter ideia de jogo: "Não temos uma preocupação diferente daquela que temos nos outros jogos. Temos consciência de que o Ajax é uma equipa forte do ponto de vista ofensivo, tem uma dinâmica interessante, mas não vale a pena alterar a nossa forma de trabalhar. Temos é de perceber bem a dinâmica deles e dar as informações aos jogadores para que estejam preparados para os defrontarem".

Pormenores: "O adversário é forte, tem jogadores de qualidade e tem uma vivência grande nesta competição, o que faz diferença. Temos de ter certos cuidados, mas mantendo a personalidade e a ambição que é fundamental para este tipo de jogos. Os pormenores vão fazer a diferença, é preciso astúcia e perspicácia porque há qualidade dos dois lados e os pequenos duelos vão ser importantes".

Análise ao jogo: "Nós trabalhámos desde o início da temporada para impor a nossa forma de jogar. Sabemos que vamos encontrar uma equipa com uma dinâmica muito interessante e temos de ser organizados, saber como vamos defender, bloquear os espaços, ser fortes nas bolas paradas. E quando tivermos bola não a podemos perder com facilidade, escolhendo os caminhos certos para desequilibrar. A velocidade dos nossos avançados também é uma arma e temos de a usar. Vai ser um jogo interessante".

Talento na formação: "Temos alguns jogadores muito jovens. O Gedson, o João Félix, o Rúben Dias, o Jota que estreámos recentemente. Temos um conjunto de jogadores que vão ter um futuro risonho no Benfica. A nossa formação, tal como a do Ajax, trabalha bem os jovens jogadores e quando têm 18 ou 19 anos já têm capacidade para jogar em alta competição. O Gedson tem feito uma campanha positiva, a evolução está a ser tremenda".