Bruno Lage:" Há imensos treinadores que não têm títulos"

Bruno Lage:" Há imensos treinadores que não têm títulos"

Bruno Lage elogia o Santa Clara e o seu treinador e diz que só se imagina, para já, a preparar a última final para confirmar a liderança na I Liga

Santa Clara e apoio: "Espero encontrar um adversário muito competente, que fez um campeonato muito bom, com a permanência histórica acima dos 40 pontos, com exibições e registos muito interessantes com o FC Porto, Sporting e o Braga. É um adversário que gosta de jogar em bloco médio e sabe fechar muito bem os caminhos da sua baliza e quando tiver bola, sabe o que tem de fazer, gosta de sair curto, gosta de jogar para atrair e criar espaços mais à frente, para criar oportunidades. Jogo difícil, como todos os que já tivemos, por isso temos de estar no nosso melhor para vencer esta última final. Sobre os outros aspetos, temos passado tanto tempo aqui, a preparar o jogo, que nos tem passado muita coisa ao lado. Muita hora de trabalho no que controlamos."

Imagens do título de 2017: "Não vi essas imagens, porque, nessa altura, estava a preparar, enquanto adjunto do Sheffield, para o que era mais uma final em Wembley. Não imagino fazer nada, só preparar o jogo da melhor maneira para que a equipa esteja preparada, focada e esteja de uma forma muito natural como temos feito. É o último jogo e temos de estar preparadíssimos para entrar em campo e manter a nossa ideia, intenção e estratégia para dentro do relvado confirmar o que temos feito até aqui e terminar na posição em que estamos."

Título em falta: "Os títulos fazem parte do nosso percurso e o que tenho são quatro títulos: dois nas escolinhas, um de iniciados e um nos juvenis. Há imensos treinadores que não têm títulos e olhamos para os trabalhos fantásticos, como o de Nuno [Espírito Santo] que está em Inglaterra, no Wolves, tem uma subida de divisão e tem um sexto lugar na Premier League, é um treinador de créditos confirmados. Independentemente dos títulos é o caminho que se vai construindo. Vamos jogar contra um treinador que tem feito isso. No ano passado vi dois treinadores que desceram de divisão a terem a oportunidade de continuar a treinar na I Liga e vejam o trabalho de um e de outro. Um com uma participação muito boa com a chegada à Liga Europa, com um quinto lugar, e o outro com uma permanência brilhante."