Braga não prevê acionar direito sobre Rodrigo Pinho: avançado livre para assinar já pelo Benfica

Braga não prevê acionar direito sobre Rodrigo Pinho: avançado livre para assinar já pelo Benfica
Vítor Rodrigues/Tomaz Andrade

Tópicos

Não há obstáculo contratual para que o jogador reforce o Benfica este mês, caso as negociações entre águias e insulares avancem. Certo está apenas o pré-acordo para chegar livre à Luz em julho

Rodrigo Pinho tem via aberta para reforçar o plantel do Benfica já este mês. Embora esse desfecho esteja a ser ainda avaliado, certo é que não existe qualquer obstáculo contratual referente à anterior ligação do avançado do Marítimo com o Braga.

Os bracarenses têm ainda uma percentagem do passe do jogador (estimada em 40 por cento) e um direito de preferência que, segundo O JOGO apurou, não está previsto ser acionado.

Na sequência do acordo de rescisão que viabilizou a troca, em 2017, de Braga pelo Marítimo, tanto os insulares como o próprio dianteiro são obrigados a informar os bracarenses de qualquer proposta de transferência que recebam, sendo que o seu atual clube teria de aceitar se os minhotos avançarem, ficando a decisão, depois, nas mãos de Rodrigo Pinho.

Sem intenção de avançar, os bracarenses sabem que terão direito a encaixar 40 por cento da verba que o Marítimo possa vir a receber se o Benfica avançar no imediato, sabendo que não receberão caso o jogador se transfira para a Luz no final da época. Refira-se que entre Rodrigo Pinho e os encarnados está já firmado um pré-acordo para que assine por cinco temporadas a partir de julho.

Márcio Bittencourt, um dos agentes do jogador, confirma a existência da ligação ao Braga, mas desconhece os planos do Benfica.

"Ainda hoje [ontem, terça-feira] falei com o Rodrigo e com o meu parceiro de representação, o Lipatin, e não havia novidade a esse respeito. Podem os presidentes de Marítimo e Benfica estar a conversar diretamente e nós sermos avisados mais tarde, mas até ao momento nada disso aconteceu", referiu ao nosso jornal, confirmando que "até agora só está fechado o pré-acordo para o jogador assinar de forma livre pelo Benfica no final da época, algo que deixou o Rodrigo muito satisfeito porque está a concretizar o sonho de jogar pelo Benfica".