Benfica vence a Youth League com goleada após três finais perdidas

Benfica vence a Youth League com goleada após três finais perdidas
Redação com Lusa

Tópicos

Triunfo por seis golos sem resposta frente ao Salzburgo.

O Benfica conquistou pela primeira vez a UEFA Youth League em futebol, ao golear na final, disputada em Nyon, na Suíça, os austríacos do Salzburgo por 6-0.

Depois de três finais perdidas na prova que replica o modelo da Liga dos Campeões, em 2014, 2017 e 2020, à quarta foi de vez e os encarnados, que ao intervalo venciam já por 2-0, saíram vencedores com golos de Martim Neto (02 minutos), Henrique Araújo (15, 57 e 89, este de grande penalidade), Cher Ndour (53) e Luís Semedo (69).

Este foi o segundo título de Portugal na competição, depois de o FC Porto a ter conquistado em 2018/19, ao bater na final os ingleses do Chelsea 3-1, num palmarés liderado por Chelsea e Barcelona (Espanha), ambos com dois títulos, enquanto o Salzburgo venceu também uma edição.

Jogo no Centro Desportivo de Colovray, em Nyon (Suíça).

Salzburgo - Benfica, 0-6

Ao intervalo, 0-2.

Marcadores:

0-1, Martim Neto, 02 minutos.

0-2, Henrique Araújo, 15.

0-3, Cher Ndour, 53.

0-4, Henrique Araújo, 57.

0-5, Luís Semedo, 69.

0-6, Henrique Araújo, 89.

Equipas:

Salzburgo: Stejskal, Atiabou (Pejazic, 39), Baidoo, Wallner (Moswitzer, 76), Ibertsberger, Agyekum, Kameri (Zeteny, 77), Sahin, Hofer (Reischl, 46), Diakite (Berki, 86) e Simic.

(Suplentes: Toth, Reischl, Zeteny, Berki, Moswitzer, Pejazic e Halwachs).

Treinador: René Aufhauser.

Benfica: André Gomes, João Tomé (Martim Ferreira, 65), Tomás Araújo, António Silva, Rafael Rodrigues, Jevsenak (Nuno Félix, 80), Cher Ndour, Martim Neto (Hugo Félix, 80), Pedro Santos (Ricardo Marques, 80), Diego Moreira (Luís Semedo, 59) e Henrique Araújo.

(Suplentes: Ricardo Ribeiro, Martim Ferreira, Nuno Félix, Hugo Félix, Ricardo Marques, Luís Semedo e João Resende).

Treinador: Luís Castro.

Árbitro: Harm Osmers (Alemanha)

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Diego Moreira (22 minutos), António Silva (26), Atiabou (30) e Moswitzer (89).

Assistência: cerca de 5 000 espectadores