Benfica: único "milagre" foi há meio século

Benfica: único "milagre" foi há meio século
Pedro Miguel Azevedo

Tópicos

Em 1970/71, o Benfica virou a fase inicial da Liga dez pontos atrás do Sporting e em quarto lugar, mas foi campeão

A missão do Benfica de ser campeão esta época está difícil, com as águias no terceiro posto do campeonato atrás de FC Porto (a sete pontos) e Sporting (a quatro), uma dupla ultrapassagem que muitos apontam como impossível ou... quase. Na verdade, e olhando para as temporadas disputadas com a vitória a valer três pontos, desde 1995/96, tal distância e com dois rivais à frente, nunca sucedeu após uma primeira volta de campeonato.

Mas, recuando até 1970/71 e convertendo os resultados para equivalerem ao sistema atualmente utilizado, vê-se que o Benfica já fez essa proeza e não recuperando de sete pontos mas sim o que agora seria igual a... dez.
Nélson Veríssimo começou a escalada ao ganhar três pontos ao Sporting: o Benfica venceu o Paços de Ferreira e beneficiou do desaire leonino ante o Santa Clara. Voltando a 1970/71, Jimmy Hagan terminou a primeira volta em quarto, a olhar para cima onde, além do líder Sporting, via ainda Vitória de Setúbal e Académica. Uma segunda volta demolidora das águias, que só perderam com o FC Porto e venceram todas as restantes partidas, valeu a ultrapassagem ao trio, acabando com o equivalente hoje a cinco pontos a mais que o Sporting.

No passado recente, a maior recuperação é a do FC Porto sobre os encarnados em 2019/20, superando o atraso de sete pontos da metade inicial da prova, mas numa luta a dois. Em 2018/19, Bruno Lage fez uma reviravolta de cinco pontos na segunda volta (antes, as águias chegaram a distar sete pontos atrás).