Benfica sobe fasquia por De Tomás e Vieira dá luz verde aos 18 milhões

Benfica sobe fasquia por De Tomás e Vieira dá luz verde aos 18 milhões
Sérgio André/Vítor Rodrigues

Tópicos

Avançado vinculado ao Real Madrid continua no topo das preferências encarnadas e a SAD já aumentou a parada.

Raúl de Tomás é nesta altura a grande prioridade para reforço do ataque do Benfica, como O JOGO noticiou em primeira mão, mas obrigará os encarnados a um investimento superior ao que estava inicialmente previsto. Dos 12 milhões reservados para garantir um avançado, Luís Filipe Vieira subiu a parada para 15 milhões e, na sequência das últimas informações, já deu luz verde para o investimento de 18 milhões de euros para assegurar os serviços do jogador de 24 anos, que está vinculado ao Real Madrid.

Segundo apurámos, o presidente dos encarnados colocou o dossiê exclusivamente nas mãos do empresário Jorge Mendes, confiando que a forte ligação que este tem com o presidente dos merengues, Florentino Pérez, consiga ultrapassar a má relação que existe entre os dois emblemas desde a altura em que o Real Madrid se sentiu enganado com a venda de Garay, do Benfica ao Zenit, em 2014.

Numa perspetiva inicial, o responsável máximo dos encarnados confiava que seria possível assegurar o jogador com um investimento menor, até pelo facto de ele não entrar nas contas para o plantel do Real Madrid desde que subiu da formação B, em 2014/15, tendo seguido a sua carreira no Córdoba, Valladolid e Rayo Vallecano.

Foi neste último emblema que Raúl de Tomás explodiu, com 38 golos apontados em duas temporadas, 14 dos quais na última, no principal escalão do futebol espanhol. Porém, e quando esperavam um preço a rondar os 20 milhões, de Madrid chegou uma "fatura" de 30, incomportável para a contabilidade dos encarnados. No entanto, com a transferência de Jovic para Madrid tudo mudou e a porta de saída está mais aberta, ao ponto de na Luz se acreditar que Bruno Lage terá mesmo este avançado ao seu serviço na nova época.