Benfica queria Yusupha, mas o negócio caiu: saiba os motivos

Benfica queria Yusupha, mas o negócio caiu: saiba os motivos

Com a proposta das águias, os axadrezados só receberiam 400 mil euros e, por isso, o negócio caiu.

Alvo para reforço do Benfica, Yusupha já não deverá integrar os quadros do campeão nacional. O avançado de 25 anos, que está há duas temporadas ao serviço do Boavista, não vai sair para a Luz, pelo menos para já. Ao que o nosso jornal apurou, o emblema axadrezado não detém a totalidade dos direitos do jogador gambiano, motivo pelo qual só receberiam 400 mil euros com a proposta formulada pelos encarnados. Por esse motivo, os responsáveis pela equipa do Bessa entenderam travar a cedência do avançado, pois preferem segurá-lo mais algum tempo, algo necessário para que a valorização do avançado aumente. Como demos conta, Helton Leite também estava no radar das águias para reforçar a baliza, mas a saída do guarda-redes também não se consumou.

Quanto a Yusupha, é internacional pela Gâmbia, sendo também amplamente conhecido por ser filho de Biri Biri, a maior lenda do futebol gambiano e um histórico do Sevilha, onde viveu os maiores momentos da carreira. Tanto o Sporting como o Braga já se interessaram pelos serviços de Yusupha, autor de oito golos em 28 desafios realizados pelos axadrezados em duas temporadas.