Benfica acelera negociações por três alvos prioritários para a nova época

Benfica acelera negociações por três alvos prioritários para a nova época
Vítor Rodrigues

Tópicos

SAD não quer deixar arrastar o reforço ofensivo do plantel. Processo de David Neres está quase concluído e a SAD aponta também para a conclusão rápida das contratações do extremo Ricardo Horta e do médio-ofensivo Gotze.

O reforço das posições mais ofensivas está a avançar e os responsáveis da SAD benfiquista procuram agilizar os dossiês pendentes para conclusão nos próximos dias. Aliás, e segundo O JOGO apurou, perto de estar fechado está o processo de contratação de David Neres, extremo do Shakhtar, tendo as partes aproximado posições, no que respeita ao salário do jogador brasileiro, nas últimas horas, com contacto direto com o seu empresário, Giuliano Bertolucci.

O entendimento é total entre os encarnados e os dirigentes do emblema ucraniano, como já noticiámos, estando na base do negócio o abatimento da dívida do Shakhtar, dado ter pago apenas três dos 18 milhões acertados com o Benfica no início da época pela contratação de Pedrinho. Ultrapassado esse obstáculo, e garantido o sim do internacional brasileiro de 25 anos, partiu a estrutura liderada pelo presidente Rui Costa para o acerto salarial.

David Neres, contratado pelos ucranianos ao Ajax em janeiro, foi seduzido por um salário que supera os três milhões de euros líquidos, um valor incomportável para as contas do Benfica, que teria de gastar mais de seis por ano. Porém, até pela situação vivida na Ucrânia e pelo interesse em jogar por um grande português, os contactos desenvolvidos nas últimas horas resultaram num aproximar de posições, que pode desaguar num acordo em que as águias paguem um prémio de assinatura que compense um salário na ordem dos dois milhões de euros.

Significa isto que, pelas previsões da SAD benfiquista, o negócio David Neres é para concluir muito em breve, mas não será o único a atacar com celeridade. O JOGO apurou que também Ricardo Horta, extremo do Braga, está na agenda para ser fechado nos próximos dias. O Benfica acredita que os 20 milhões de euros pedidos pelo líder dos arsenalistas, António Salvador, poderão ser atenuados para valores que possam não superar a fasquia dos 15 milhões, contando as águias com a total disponibilidade do jogador de 27 anos para voltar à casa onde se formou.

A terceira carta ofensiva a ser colocada em cima da mesa no imediato - além do reforço mais recuado (ver página 11) - dá pelo nome de Gotze, médio-ofensivo de 29 anos do PSV Eindhoven, treinado precisamente por Roger Schmidt. A pedido deste, Rui Costa terá previsto avançar para a contratação do jogador alemão que possui no contrato uma cláusula de rescisão de quatro milhões de euros, isto depois de o treinador ter descansado os dirigentes encarnados quanto aos efeitos da doença que há alguns anos afeta o médio.