Assembleia Geral do Benfica abre porta a auditoria ao sistema de votação eletrónica

Assembleia Geral do Benfica abre porta a auditoria ao sistema de votação eletrónica
Redação

Tópicos

Uma vasta maioria votou a favor

O ponto número dois da ordem de trabalhos da Assembleia Geral do Benfica, que decorre no pavilhão da Luz, foi igualmente aprovado por uma vasta maioria dos sócos presentes. Assim sendo, foi votada favoravelmente a "discussão e deliberação sobre a constituição de uma comissão independente de sócios e poderes conferidos para organizar a realização de uma auditoria ao sistema de votação eletrónica utilizado nas eleições de 28 de outubro de 2020, que tiveram como vencedor Luís Filipe Vieira.

O mesmo ponto ainda aponta para o objetivo de "iniciar um processo de esclarecimento do modo como se processou a recolha das urnas que continham os talões de voto emitidos, nomeadamente relações com empresas envolvidas no processo, termos da sua contratação, local de destino e/ou depósito das urnas, integridade das mesmas e intangibilidade dos talões".

Recorde-se que o primeiro ponto da Assembleia Geral Extraordinária do Benfica foi aprovado por larga maioria, tendo ficado decidido o voto físico para os restantes pontos em discussão na reunião magna do clube encarnado. Um resultado celebrado por quase todos os que estão no interior com cânticos "o Benfica é nosso".

Ordem de trabalhos

1. Discussão e deliberação do modo de votação, eletrónico ou físico, das deliberações do ponto dois seguinte;

2. Discussão e deliberação sobre a constituição de uma comissão independente de sócios e poderes conferidos para:

Organizar a realização de uma auditoria ao sistema de votação eletrónica utilizado nas eleições de 28 de outubro de 2020;
Iniciar um processo de esclarecimento do modo como se processou a recolha das urnas que continham os talões de voto emitidos, nomeadamente relações com empresas envolvidas no processo, termos da sua contratação, local de destino e/ou depósito das urnas, integridade das mesmas e intangibilidade dos talões;

3. Discussão sobre o processo de contagem dos votos depositados nas urnas durante a Assembleia Geral Eleitoral do dia 28 de outubro de 2020 e modo da sua divulgação aos sócios do Sport Lisboa e Benfica;

4. Discussão e apreciação de proposta de Regulamento Eleitoral para as eleições do Sport Lisboa e Benfica.