"As pessoas pensavam que um ponta de lança só está ali para fazer golos"

"As pessoas pensavam que um ponta de lança só está ali para fazer golos"

Declarações de Gonçalo Ramos, avançado do Benfica, em entrevista à UEFA.

Atributos de um ponta de lança: "Cada vez mais se pede mais a um ponta de lança e é mais importante que um ponta de lança seja mais completo. As pessoas pensavam que um ponta de lança só está ali para fazer golos e o resto não importa, mas eu acho que ao longo dos últimos anos essa imagem está a desaparecer um bocadinho e é cada vez mais importante que um ponta de lança esteja mais dentro do jogo e contribua mais para a equipa, a ligar o jogo, a pressionar. Muitas vezes com movimentações em que acaba por ficar noutra posição e pede-se outro tipo de tarefa."

Referências: "Cristiano Ronaldo, mesmo não sendo um ponta de lança de origem, é uma referência para qualquer jogador que jogue na frente. Lewandowski também. Sou ainda grande fã do Ibrahimovic e todos os colegas de equipa com quem joguei e ainda jogo. Temos sempre alguma coisa a aprender, todos os dias o faço e tenho quase a certeza que também o fizeram comigo, porque não somos todos jogadores iguais. Cada um tem as suas características e tentamos sempre ajudarmo-nos no treino, sempre atentos aos movimentos e posição corporal, aos timings. Depois de tanto tempo juntos, começamos a melhorar e a limar algumas arestas."

Noção espacial, atitude, precisão e perspicácia e a mentalidade num ponta de lança de elite: "A noção de espaço é muito importante porque um ponta de lança nem sempre tem todo o espaço que gostaria de ter, por apanharmos blocos mais baixos e defesas que nos marcam melhor, e temos de estar sempre vivos e atentos para gerir isso bem e aproveitar ao máximo. Muitas vezes um metro ou um passo faz muita diferença para marcar um golo que pode decidir um jogo ou um título. A atitude não é válida apenas para o ponta de lança, porque um jogador sem atitude, sem convicção, sem certezas daquilo que quer ou do que está a fazer dentro de campo está mais longe do topo. Quanto à seguinte, está ligada à primeira porque nem sempre um ponta de lança tem duas oportunidades e é muito importante ser eficaz logo na primeira porque não se sabe se durante o jogo vamos ter mais alguma. A mentalidade também está ligada à atitude, não é só dos pontas de lança, é de todos os jogadores e do desportista em geral. É o que guia isto tudo, sem uma boa mentalidade não vai haver atitude, não vai haver cabeça nem disponibilidade para limar os pequenos pormenores que faltam aperfeiçoar."