Arsenal não larga jovem do Benfica Diogo Gonçalves

Arsenal não larga jovem do Benfica Diogo Gonçalves

Apesar de já ter vários relatórios sobre o futebolista de 19 anos, que segue há largos meses, o conjunto londrino mantém as observações até nos bês, de acordo com as exigências do treinador

Arsenal não larga Diogo Gonçalves. Alvo dos gunners há largos meses, tal como O JOGO revelou, o avançado/extremo foi ontem observado "in loco" por Luís Boa Morte, olheiro do emblema inglês, no Caixa Futebol Campus, no empate 1-1 entre o Benfica B e o Gil Vicente [ver pág. 22], no qual foi utilizado durante os 90 minutos, tendo criado várias jogadas de perigo.

Arsène Wenger, treinador do Arsenal, é já um admirador das qualidades de Diogo Gonçalves e, apesar de ter na sua posse vários relatórios detalhados sobre a jovem promessa encarnada, muito cobiçada, mantém indicações para apertar a malha sobre o polivalente avançando, fornecendo indicações ao gabinete de scouting do clube para aprofundar a análise.

Desta forma, e mesmo apesar de ter sido utilizado até agora na equipa secundária - está, porém, nas contas de Rui Vitória para o plantel principal, mesmo que possa alinhar pelos bês -, o camisola 84 das águias foi alvo da observação dos gunners.

Figura de destaque de Portugal no recente Europeu de sub-19, prova na qual a equipa das Quinas, comandada por Emílio Peixe, também ontem presente no Seixal, foi eliminada nas meias-finais pela França, que viria a sagrar-se campeã, Diogo Gonçalves é considerado pela formação londrina como um "futuro jogador de topo". E a dar razão aos relatórios do Arsenal está a recente eleição de Diogo Gonçalves, por parte da UEFA, como um dos dez melhores jogadores da competição realizada no último mês de julho (foi o único português a entrar na lista), com aquele organismo a apontar o atacante como um dos atletas a seguir.