Jorge Jesus destaca um nome do Rangers: "Não tem estilo de jogador, mas..."

Jorge Jesus, treinador do Benfica

 foto LUSA

Treinador do Benfica lançou um primeiro olhar sobre o jogo com o Rangers em declarações à Sport TV.

Sobre o Rangers e a importância do jogo: "Ficou com o FC Porto na fase de grupos na época passada, ganhou um jogo e empatou no Dragão, é uma equipa conhecida. Quem vencer fica com a maior possibilidade de se apurar, fica com vantagem. Vai ser um jogo muito disputado, não tenho dúvidas de que vamos encontrar a equipa mais forte até hoje, incluindo o campoenato. Mas nós, mesmo sem público, somos mais fortes".

Sobre Alfredo Morelos, avançado do Rangers: "Esse avançado é muito conhecido, um colombiano que não tem muito estilo de jogador, não tem uma estética elegante, mas é muito perigoso, aquele estilo como Gerd Muller. Jogam num sistema muito complicado, tenta imitar o 4-3-3 do Liverpool, que também já conheço por ter jogado a final do Mundial de clubes. Vai-nos criar mais problemas do que as outras equipas que defrontámos até agora".

Mudanças na equipa? "Não gosto muito de mexer atrás, mas vou tentar dar frescura à equipa, sabendo que, às vezes, são dois riscos que corremos, porque por vezes queremos dar frescura e não conseguimos. Outras vezes, damos frescura e sofremos as consequências. O jogo em que mais mexi foi com o Standard e foi o que correu melhor. O meu princípio e a minha experiência passam por não querer mexer muito. Ontem [terça-feira], quem jogou no Bessa fez trabalho de recuperação. Os que jgoaram no Bessa só hoje é que vão trabalhar comigo".