Adeptos atacam com assobios: um dos momentos marcantes do dérbi

Adeptos atacam com assobios: um dos momentos marcantes do dérbi
André Veloso Gomes/Pedro Miguel Azevedo

Tópicos

Lenços e máscaras no ar serviram para apupar Jesus e os jogadores, principalmente após o final do jogo.

A ponta final da partida entre Benfica e Sporting ficou marcada pelos festejos dos adeptos do Sporting mas, também, pela forte reação dos apoiantes do Benfica, claramente desagradados com a derrota ante o rival.

Já depois do 0-3, muitas centenas deles optaram por deixar o Estádio da Luz, começando a ouvir-se assobiadelas, gritos e a exibição no ar tanto de lenços brancos como de, numa versão mais atual dos mesmos, máscaras de proteção facial. Quando Artur Soares Dias apitou para o fim do jogo, o barulho vindo das bancadas subiu de tom, tornando-se ensurdecedor visando Jorge Jesus e os jogadores encarnados. E, quando estes se juntaram no meio do terreno para o habitual aplauso, receberam uma reação negativa ainda maior da parte seus adeptos.

Na sala de Imprensa, Jorge Jesus abordou o tema. "Não é este jogo que tira tudo o que o Benfica tem estado a fazer, como por exemplo, na Liga dos Campeões. Esta reação não é normal porque o Benfica não está habituado a perder e muito menos eu. O rival ganhou na nossa casa, ninguém estava preparado para isto, mas temos que saber lidar com isso porque quarta-feira temos uma decisão na Champions e há que recuperar a equipa. Não é fácil digerir esta derrota, mas temos de pensar já no próximo" disse o técnico, frisando "não ter dúvida nenhuma de que os jogadores acreditam", tal como ele, no projeto do Benfica. "Os jogadores do Benfica vão continuar a acreditar no que estão a fazer", frisou o treinador das águias.

Quanto ao jogo, Sarabia (8 minutos), Paulinho (62) e Matheus Nunes (68) marcaram os golos dos leões, que ainda estão invictos no campeonato e somaram o oitavo triunfo consecutivo, com Pizzi (90+6) a reduzir para o Benfica.

O Sporting passou a somar 35 pontos, os mesmos do FC Porto, que lidera por ter melhor diferença de golos, com o Benfica, que sofreu a segunda derrota no campeonato, a ficar a quatro pontos do duo da frente.