Acordo alinhavado e Ricardo Horta terá mesmo feito o último jogo pelo Braga

Acordo alinhavado e Ricardo Horta terá mesmo feito o último jogo pelo Braga
Vítor Rodrigues / Pedro Rocha

Tópicos

Extremo dos bracarenses despediu-se no domingo dos adeptos e vai assinar até 2027. Com a mediação de Jorge Mendes, estão definidos os termos do negócio entre o Braga e o emblema das águias. Últimos detalhes estão em acerto

Podendo estar perto de se mudar para o Benfica, num negócio cujo montante deverá situar-se em torno dos 15 milhões de euros, Ricardo Horta deve ter realizado no domingo o último jogo pelos minhotos. Terminada a partida, o capitão do Braga aplaudiu os adeptos a partir do relvado, mais à frente do que os companheiros, elevou os braços e depois bateu com a mão direita no peito, junto do símbolo do clube como forma de agradecer as seis épocas (esta é a sétima) em que o extremo de 27 anos representou os bracarenses.

Titular pelo Braga na receção ao Sporting, Ricardo Horta será mesmo o próximo processo a fechar pela SAD das águias. As conversações entre os clubes têm tido, como no domingo O JOGO explicou, a intermediação do super agente Jorge Mendes, que procura desbloquear um negócio que até agora esteve distante de um final ao agrado de António Salvador e Rui Costa.

Depois de uma primeira proposta do Benfica de dez milhões de euros, as partes estão agora muito perto de um acerto total, algo que se espera aconteça a qualquer instante, estando os responsáveis encarnados convictos que a contratação possa ser anunciada nas próximas horas, provavelmente depois do jogo de terça-feira com o Midtjylland.

Segundo foi possível apurar, o negócio será concretizado pelos referidos 15 milhões de euros, devendo o acordo final incluir o ingresso do extremo Gil Dias no plantel bracarense. Os últimos detalhes estão a ser ultimados entre as partes e o próprio Ricardo Horta também já tem acertado um entendimento contratual com os dirigentes benfiquistas, que será materializado num contrato válido por cinco anos.