Acionista Pedro Martins recua na intenção de vender a parcela que detém na SAD do Benfica

Acionista Pedro Martins recua na intenção de vender a parcela que detém na SAD do Benfica

José António dos Santos pretendia reunir 25 por cento de ações da SAD do Benfica para as vender por 50 M€ a John Textor

Pedro Martins, da Quinta de Jugais e detentor de dois por cento das ações da Benfica SAD, terá decidido recuar na intenção de vender essa parcela a José António dos Santos no âmbito do negócio entre o empresário conhecido como "rei dos frangos" e o norte-americano John Textor.

Segundo o jornal "I", este acionista terá dito à Comissão do Mercado do Valores Mobiliários que já não pretende vender a sua participação. Esta notícia surge após ter sido tornado público pelo "Nascer do Sol" que, através de escutas intercetadas, terão sido apanhadas alegadas instruções para que o negócio, onde José António dos Santos pretendia reunir 25 por cento de ações da SAD encarnada, se fizesse com a máxima confidencialidade.

Hugo Ribeiro, diretor do Departamento Internacional do Benfica, e Carlos Janela, apontado como assessor da SAD, foram nomes colocados pelo periódico como destinatários de uma comissão de 3,5 M€ quando o negócio de 50 M€ fosse fechado com Textor.