Silas e o curso de treinador: "Limita-me não poder comunicar com os jogadores"

Silas e o curso de treinador: "Limita-me não poder comunicar com os jogadores"
Cristina Aguiar

Tópicos

O técnico do Belenenses falou à margem do primeiro fórum de treinadores da Liga

Silas esteve presente no primeiro fórum de treinadores da Liga, que decorreu esta segunda-feira em Braga e abordou vários temas. Há um que o toca em particular: as exigências dos regulamentos nas habilitações de treinador.

Sobre o fórum de treinadores: "Correu bem, os treinadores já tiveram uma reunião similar na federação e correu, mais ou menos, dentro da mesma dinâmica. Os treinadores falaram dos seus problemas, eu por exemplo não tenho a noção de alguns problemas que o Folha vive em Portimão ou o João Henriques nos Açores, porque não vivemos as mesma realidade".

Dificuldades no acesso aos cursos de treinadores: "Não era um dos temas e também não acho que seja a ANTF [Associação Nacional de Treinadores de Futebol] o nossa inimiga. O que eu acho é que se dá muito ênfase ao Belenenses quando somos uma equipa que está nas mesmas circunstâncias que outras 14 equipas. Temos um treinador principal com o IV nível, o Tiago Teixeira, e os adjuntos, eu e o Zé Pedro e há outras 14 em que os adjuntos não têm o IV nível. E há quatro, V. Setúbal, V. Guimarães, Benfica e Sporting em que os adjuntos têm o IV nível".

Soluções: "Aceleradores, porque a experiência como jogador também deveria contar. Por exemplo, eu estou impedido de me inscrever no terceiro nível, já o fui no ano passado, porque não tinha experiência como treinador, mas tinha 22 anos como profissional, o que não é tido em conta, como se passa noutros países da Europa. Sou mais do que um felizardo por ter podia treinar na I Liga, ao fim de oito meses de ter acabado de jogar. Limita-me não poder comunicar com os meus jogadores."